url Avril Lavigne lançou o videoclipe de sua nova canção, “Hello Kitty”, nome da famosa gatinha japonesa, ícone da moda kawaii. Mas o que deveria ser uma demonstração de amor pela cultura cute acabou se tornando uma grande polêmica. A cantora foi acusada até mesmo de racista por causa das imagens consideradas estereotipadas usadas no videoclipe, causando forte reação negativa.

Avril Lavigne canta algumas frases em japonês, come sushi, e dança, sorridente, na frente de quatro bailarinas japonesas sem nenhuma expressão facial. O videoclipe foi filmado no Japão, mostrando a cantora em várias locações supercoloridas. img-6392-avril-lavigne Ela reagiu às críticas mensagens no Twitter. “RACISTA?? LOLOLOL!! Eu amo a cultura japonesa e passo metade do tempo no Japão. Viajei pra Tóquio para gravar esse vídeo especialmente para meus fãs japoneses, com meu selo japonês, coreógrafos japoneses e um diretor japonês, no Japão.” A Billboard criticou o vídeo (e a música), afirmando que na maior parte ele “traz a princesinha pop canadense desfilando com quatro mulheres asiáticas idênticas, sem nenhuma expressão atrás dela, apresentando movimentos de dança tediosos e genéricos”.

Assista ao clipe abaixo: